Participe+

Voltar às votações

Eleição do 3º Fórum de Gestão Compartilhada

Período: 07 Jan 2021 - 13 Jan 2021

Descrição

O Fórum de Gestão Compartilhada (FGC) é um órgão colegiado da Prefeitura de São Paulo que trabalhará na formulação, implementação e monitoramento do 3º Plano de Ação em Governo Aberto de São Paulo. Os Planos de Ação são instrumentos para avançar a agenda de governo aberto na cidade. Por meio de participação, transparência, prestação de contas e inovação, eles fortalecem os serviços e políticas públicas. Os Planos fazem parte do compromisso da Cidade de São Paulo com a Parceria para Governo Aberto (Open Government Government - OGP).

O FGC é paritário, sendo composto por oito representações da sociedade civil e oito do Poder Executivo Municipal. A eleição das entidades da sociedade civil foi estabelecida por um edital de eleição, que pode ser acessado aqui: https://bit.ly/2HXFnV0 (Diário Oficial do dia 30/10, ir para página 52). No meses de novembro e dezembro, entidades da sociedade civil interessadas em participar do processo de eleição se inscreveram e tiveram sua documentação analisada pela Prefeitura, conforme define o edital.

As categorias de Movimentos Sociais e Populares e do Setor Privado não tiveram inscrições deferidas. Em acordo com o inciso V do Artigo 6º do Edital, o preenchimento das vagas para as quais não houve inscrições deferidas será feito mediante indicação do FGC3 e deliberação do CIGA-SP, respeitando-se a paridade do colegiado.

A categoria Entidades da sociedade civil que desenvolvem trabalhos nas áreas de inovação e tecnologia teve apenas uma inscrição deferida (Fast Food da Política), que está, portanto, automaticamente eleita.

Agora, é o momento da população decidir quem serão os representantes da sociedade civil no FGC!

Participe do processo até o dia 13/01! Não se esqueça de ler atentamente as informações sobre cada entidade candidata!

Para mais informações, acesse: https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/governo/governo_aberto_na_cidade_de_sao_paulo/index.php?p=260987

Fora do período de participação

Setor acadêmico (uma cadeira)

COLAB-USP (Colaboratório de Desenvolvimento e Participação)

234 votos

Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP

55 votos

Fundação Getúlio Vargas

53 votos

Insper - Instituto de ensino e pesquisa

66 votos

Exibir informações adicionais Ocultar informações adicionais

COLAB-USP (Colaboratório de Desenvolvimento e Participação)

O COLAB-USP é um centro de pesquisas criado em 2014 com sede na USP Leste que trabalha em parceria com governos e organizações sociais com foco em governo aberto, no acesso e transparência das informações públicas, defesa da privacidade, liberdade de expressão e promover a accountability, participação social e colaboração em rede. Atua tanto na pesquisa quanto no desenvolvimento de softwares e na formação de cidadãos. Também participamos como representantes eleitos no Grupo de Trabalho da Sociedade Civil durante os 2º e 3º Plano de Ação da OGP Brasil, assim como somos parte dos organizadores do Encontro Brasileiro de Governo Aberto. Os projetos que estão em andamento são as plataformas Monitorando a Cidade, Cuidando do Meu Bairro e o Diário Livre. Também desenvolve pesquisas e projetos de extensão na linha das Tecnologias Cívicas, Controle Social, Dados Governamentais Abertos, Justiça Livre, Licenciamento Livre de Conteúdos e Orçamento Público.

Titular: Emilly Carvalho Espildora

Suplente: Jorge Alberto Silva Machado

Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado - FECAP

A Fundação Álvares Penteado (FECAP) há 118 anos mantém sua tradição de contribuir para o desenvolvimento do país, pela formação de profissionais para a gestão das organizações, fator-chave para o aumento da produtividade e, consequentemente, do padrão de vida da população. Nossa participação na agenda de governo aberto começa em 2018, quando passamos a integrar o Fórum de Gestão Compartilhada em Governo Aberto, com o compromisso de cocriar o 2º Plano de Ação em Governo Aberto e fomos até as comunidades, por meio do nosso representante titular, e vamos ampliar essa articulação no próximo ciclo do Fórum. Os cinco compromissos do 2º Plano foram 100% concluídos, fortalecendo a transparência, participação social, prestação de contas e uso de tecnologia na Prefeitura. A Academia, representada pela FECAP, deve continuar no Fórum para ampliar o diálogo com os munícipes, valorizando a presença da academia nesses espaços de articulação de políticas públicas.

Titular: Marcus Vinicius de Jesus Bomfim

Suplente: Aldomar Guimarães dos Santos

Fundação Getúlio Vargas

O Centro de Estudos de Administração Pública e Governo da FGV tem uma linha de pesquisa em Tecnologia e Governos, liderada pela prof. Maria Alexandra Cunha. Os dois professores, titular e suplente, têm desenvolvido no CEAPG projetos de pesquisa na área de governo aberto, dados abertos, transparência e inovação. Ambos possuem experiência profissional no tema. Há disposição do CEAPG de trabalhar para a co-produção e acompanhamento do projeto da prefeitura de SP na OGP Local. 

Titular: Maria Alexandra Cunha

Suplente: Fernando do Amaral Nogueira

Insper - Instituto de ensino e pesquisa

O Insper tem como missão melhorar o Brasil. Em função disso, o Centro de Gestão e Políticas Públicas oferece cursos e realiza pesquisa para formar pessoas e difundir conhecimentos com base em evidências par aprimorar os governos e sua relação com a sociedade no Brasil. Nesse sentido, o governo aberto é uma temática central, por estar na articulação entre participação social, accountability, tecnologia e acesso à informação. Assim, o Insper se coloca à disposição para contribuir com o Fórum de Gestão Compartilhada da Cidade de São Paulo na construção de seu novo Plano de Governo Aberto.

Titular: Marcelo Marchesini da Costa

Suplente: Andre Luis Marques

Entidades da sociedade civil que desenvolvam trabalhos nas áreas de políticas públicas, aprimoramento na gestão pública ou inovação no setor público (uma cadeira)

Instituto República (República.org)

75 votos

Instituto Escola do Povo

234 votos

Instituto Prospectiva - Inspro

345 votos

Exibir informações adicionais Ocultar informações adicionais

Instituto República (República.org)

A República.org trabalha para melhorar a gestão de pessoas em governos no Brasil. Nos apoiamos em dados e evidências para investir e apoiar projetos de formação, reconhecimento e a construção de redes de pessoas que trabalham no serviço público. Somos uma organização de grant-making familiar, não-partidária e não corporativa.

Temos vasta experiência no aprimoramento de governos por meio da gestão de pessoas, em evidências para políticas públicas e inovação no setor público, em geral. Portanto, acreditamos que podemos contribuir para as discussões de formulação, implementação e avaliação da execução do Plano de Ação em Governo Aberto na Cidade de São Paulo - 2021-2023 por meio da nossa participação no 3º Fórum de Gestão Compartilhada.

Titular: João Marcelo Larrubia Silva Modena

Suplente: Claudio Amaral Azzi 

Instituto Escola do Povo

A Escola do Povo tem um objetivo: erradicar o analfabetismo em Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo. Essa meta ambiciosa, vem se concretizando pouco a pouco, formando centenas de alunos na comunidade a cada ano. Em paralelo, os diretores da Escola do Povo, são líderes e gestores no G10 das Favelas, bloco de líderes e empreendedores de impacto social, que vem ganhando destaque no combate ao Covid-19 na pandemia. Todo este conhecimento de gestão e inovação em comunidades será valioso para a tomada de decisões no Fórum de Gestão Compartilhada da cidade de São Paulo. 

Titular: Leandro Silva Duarte

Suplente: Joildo Barreto dos Santos

Instituto Prospectiva - Inspro

O Inspro contribui para o desenvolvimento durável de territórios no conceito de cidade inteligente, organizações empresariais e arranjos produtivos que incluem cadeias de empresas, tanto na esfera pública como na esfera privada, atendendo às diversas dimensões: demográfica, social, educacional, política, ambiental, segurança e defesa, cultural, tecnológica, econômica e legal, considerando a interação e integração entre os diversos stakeholders. Promove e realiza planejamentos estratégicos para curto, médio e longo prazo, pensando no ser humano, utilizando técnicas e métodos rigorosos e participativos com apropriação por meio de oficinas, cursos, seminários, fóruns de debates e similares, nos âmbitos local, municipal, estadual, nacional e internacional. A motivação é colaborar com conhecimento e aplicação prática da metodologia de planejamento de longo prazo (prospectiva) exercida em inúmeros projetos do portfólio do Inspro e relacionados a engajamento e participação cidadã na co-criação e implantação de ações com transparência e apropriação dos atores e protagonistas nas intervenções sociais.

Titular: Clarice Kobayashi

Suplente: Armando Dal Colletto

Entidades da sociedade civil que desenvolvem trabalhos nas áreas de governo aberto, transparência ou acesso à informação (duas cadeiras)

Coletivo Delibera Brasil

78 votos

Instituto Cidades Sustentáveis

196 votos

Observatório Social do Brasil - São Paulo

128 votos

Rede pela Transparência e Participação Social - RETPS

69 votos

Exibir informações adicionais Ocultar informações adicionais

Coletivo Delibera Brasil

O Coletivo Delibera Brasil é uma organização sem fins lucrativos e suprapartidária que promove a Deliberação Cidadã, principalmente a partir da inovação democrática dos Minipúblicos, também chamados Júris Cidadãos ou  Assembleias Cidadãs. www.deliberabrasil.org Acreditamos poder contribuir no desenho e acompanhamento de processos participativos que tragam a cidadania, na sua diversidade e com representatividade, para o centro do debate e das decisões sobre a cidade e seus territórios, combinando modos de participação que cumprem objetivos complementares (escuta, deliberação, monitoramento, co-criação…). Somos membros do Pacto pela Democracia, da rede DemocracyR&D e Rede OCDE sobre Gobierno Abierto e Innovador en America Latina y el Caribe.  Queremos, com nossa participação no FGC, mobilizar nosso conhecimento, nossas experiências, redes e frentes de atuação para benefício da elaboração e execução do 3º Plano de Ação em Governo Aberto da Cidade de São Paulo.  

Titular: Silvia Cervellini

Suplente: Fernanda Império

Instituto Cidades Sustentáveis

A Rede Nossa São Paulo atua na cidade desde 2007, com foco em transparência, controle social e redução de desigualdades. Produzindo pesquisas de opinião pública e outras publicações, como o Mapa da Desigualdade, a organização tem por missão contribuir com o aprimoramento da gestão pública a partir da promoção da interface com a sociedade civil. 

Titular: Igor Pantoja

Suplente: Carolina Guimaraes Motta Silva 

Observatório Social do Brasil - São Paulo

O Observatório Social do Brasil São Paulo - OSB-SP é uma organização social apartidária, que visa promover o Controle Social, a Melhoria da Gestão Pública e a Educação Fiscal como formas de fortalecer a cidadania e a democracia.  Para isso desenvolvemos, promovemos e apoiamos projetos nas áreas de Monitoramento de Licitações, Monitoramento do Legislativo Municipal, Monitoramento de Políticas Públicas e do Orçamento Público Municipal, por meio de acesso à informação e tecnologias digitais e sociais em parceria com entidades e instituições de ensino. Desde sua fundação o OSB-SP busca ampliar a transparência pública, a linguagem cidadã e a integridade dos dados públicos, focos das políticas de Governo Aberto. Estes vêm sendo fortalecidos cada vez mais pela parceria com o COLAB-USP, CONTGOV-USP e FECAP, no âmbito de desenvolvimento de tecnologias digitais e sociais voltadas à análise de dados públicos.  Portanto, acreditamos que fazer parte do 3º Plano de Ação de Governo Aberto junto à PMSP é parte de nossa missão. Será para nós um prazer e uma oportunidade de colaborar com esta iniciativa ambiciosa e tão urgente à nossa cidade.                                             

Titular: Gioia Matilde Alba Tumbiolo Tosi

Suplente: Letticia de Paula Diez Rey

Rede pela Transparência e Participação Social - RETPS

A Rede pela Transparência e Participação Social (RETPS) é uma rede constituída por organizações da sociedade civil e cidadãos que atuam para ampliar a transparência do poder público, bem como para estimular a sociedade a participar e a exercer o controle social dos recursos e das políticas públicas. Existindo desde 2012, entre os focos de atenção do coletivo estão a Lei de Acesso à Informação, transparência orçamentária, dados abertos, Parceria para Governo Aberto e, ferramentas digitais para auxiliar o cidadão no acesso e uso de informações públicas. Diante do exposto, a Rede pela Transparência e Participação Social tem muito interesse em contribuir com o Forum de Gestão e com a implentação do plano de governo aberto em São Paulo. Mais informações sobre a composição e detalhes sobre o funcionamento da RETPS podem ser encontradas no site http://retps.org.br/. Agradecemos antecipadamente a vossa atenção e nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos necessários. Cordialmente,  

Titular: Fernando Meloni de Oliveira

Suplente: Paula Oda


Você precisa acessar sua conta ou se registrar para fazer um comentário