Javascript não suportado Você teria alguma consideração para apontar de alteração nos documentos propostos (Mapa, Estudo e/ou Plano de Metas? (resposta aberta)

Participe+

Início

Você teria alguma consideração para apontar de alteração nos documentos propostos (Mapa, Estudo e/ou Plano de Metas? (resposta aberta)

Respostas abertas (13)


Fora do período de participação
  • Beatriz Messeder

    Senti falta de uma pesquisa prévia de percepção realizada com os frequentadores, moradores, estudantes e pessoas que circulam diariamente pelo centro. Importante saber o perfil dos atuais usuários e daquilo que se pretende alcançar. Quanto aos mapas, acharia importante além da delimitação do perímetro termos os circuitos turísticos delimitados, os fluxos mapeados, as calçadas, ciclofaixas, bolsões de estacionamento, enfim, as principais formas de acesso e circulação pela região para verificação se a infraestrutura existente está adequada, se as faixas de pedestres estão bem posicionadas, mapeamento e identificação conforme consta do material disponibilizado das ruas ou polos comerciais mais significativos, porém com uma proposta ou sugestão específica de sinalização padronizada, incentivos para manutenções e conservações de fachadas e calçadas. Mapeamento de cheios e vazios, das atividades culturais e dos edifícios abandonados. Os tipos de atividades existentes já instaladas no local.

    Nenhuma resposta
    • Vanessa G. Muniz

      Os documentos propostos são pertinentes e coerentes com a iniciativa, e poderiam ser complementados com pesquisas de percepção periódicas com os usuários da região para diagnóstico da situação atual e dos efeitos das ações implementadas ao longo do processo; mapeamento constantemente atualizado das atividades existentes no perímetro (uso, horário de funcionamento e contato) para disponibilização em plataformas físicas (panfletos) e digitais (redes sociais, sites, aplicativos) à sociedade como um todo, inclusive turistas estrangeiros; levantamento do número de usuários e principais meios de transporte utilizados; e estudo de integração com benefícios e isenções ofertados por outras legislações municipais na mesma região (PIU Setor Central, Requalifica Centro e Triângulo SP).

      Nenhuma resposta
      • fvribeiro

        O perímetro do distrito deve ser revisto. O Largo do Arouche está cortado ao meio, o mosteiro de São Bento não está incluído na região. Não entendi porque o TCE e o MP estão assinalados como edifícios de interesse turístico... O mais acertado seria contemplar os distritos da Sé e da República como área do distrito turístico, assim envolveria mais atrativos e manteria o centro como uma unidade histórica e urbanística e não como um perímetro desorganizado centrado em alguns locais escolhidos sem critério.

        Nenhuma resposta
        • José Augusto B.

          Cont.: Por fim, entendo que a área sul do distrito deveria englobar ainda a região da Liberdade, incluindo partes importantes historicamente para a expansão da cidade (ruas do Carmo, Tabatinguera, Conde de Sarzedas, dos Estudantes, Maria Paula, viadutos D. Paulina, Jacarei, Nove de Julho) e, consequentemente, seus edifícios de interesse histórico (Igreja N. S. Boa Morte, SESC Carmo, Museu do Tribunal de Justiça, Capela dos Aflitos, Igreja dos Enforcados, Edifícios Planalto e Viadutos, Teatros Renault e Oficina, Casa de Dona Yayá).

          Nenhuma resposta
          • José Augusto B.

            Avalio que um distrito turístico deva ter eixo/s condutor/es, o que não fica evidente na proposta. Não fica claro se é o desenvolvimento associado ao café, se a arquitetura moderna ou se são os equipamentos culturais propriamente ditos. Considerando que os principais pontos de interesse remontam ao final do século XIX até meados do XX, entendo que deve haver uma coerência para o turista. Nesse sentido, julgo essencial que sejam contempladas áreas que se encontram fora do perímetro proposto, como a região da Luz, com o Parque e Estação da Luz, Pinacoteca, Museu da Língua Portuguesa, Museu de Arte Sacra Vila dos Ingleses etc., importantes indutores culturais do centro e que podem/devem estimular o fluxo até as regiões do Largo de São Bento e do Mercado Municipal pela av. Casper Líbero e rua Florêncio de Abreu. Outra área negligenciada pelo mapa diz respeito ao Parque D. Pedro II, onde está localizado o Palácio das Indústrias/Museu Catavento e que merece atenção detida do poder público.

            Nenhuma resposta
            • fabio redondo

              Exite um número grande de hotéis no entorno da praça Júlio mesquita e deveria estar contemplado. Os hotéis se localizam entre as ruas general Osório e avenida Ipiranga, avenida São João e avenida Rio Branco.
              Mais de 10 hotéis e 600 aptos estariam contemplados nessa ampliação.

              Nenhuma resposta
              • Diogo MM

                Senti falta de um incentivo para cinema de rua, visto o potencial histórico da região. Do arouche até a Ipiranga haviam várias que poderiam ser reativado. Inclusive o cinema do copam…No arouche o mercado das flore poderia ser transformado em mercado das flores/mercado gastronômico. Isso já faria uma ligação com a avenida Vieira de Carvalho que poderia ser fechada em domingos e feriados para incentivar o potencial histórico gastronômico que tem. Ainda na Vieira seria muito importante que algum incentivo fosse dado para aquele prédio/estacionamento perto da praça da república virasse algo menos feio kkkk. Talvez uma galeria com lojas e restaurantes ou pelo menos mais residências…Aquele prédio lindo na praça da república que hoje fica a secretaria da educação e tem grades separando o prédio da rua, poderia ser transformado em algum museu com cafes e restaurantes abertos para a calçada. A feirinha da república poderia funcionar mais dias e em horário ampliado.

                Nenhuma resposta
                • luciananassif

                  Pra quem nunca teve nada, isto aí está maravilhoso.

                  Nenhuma resposta
                  • Renata CR

                    Acho que é um começo, é importante começar a agir, as ações devem ficar mais completas com o tempo. Mas precisa ter um início.

                    Nenhuma resposta
                    • Flora Saraiva

                      Se dúvidas: esse projeto demanda envolver diversas Secretarias, tanto Estaduais quanto Municipais.

                      Nenhuma resposta
                      Voltar para o Início